Crescimento de 4% em 2009 das ferramentas de BI, Analíticas e PM

As ferramentas de inteligência de negócios (BI, Analíticas e Performance Management) cresceram 4% em 2009 em relação a 2008. Os principais “players” são a SAP, Oracle, SAS, IBM e Microsoft, segundo o Gartner. O SAP liderá o ranking com suas soluções, incluindo o Business Object (BO). Essas cinco empresas detêm 71% do market-shared. Interessantes esses dados. Em tempos de crise, as empresas deveriam intensificar as análises e simulações de negócios para identificar novas oportunidades e trabalhar na otimização dos processos. Mas, ao que parece a solução para cortar custos foi reduzir pessoal e frear investimentos. Falta de visão dos executivos, inabilidade dos executivos de TI em demonstrar os benefícios das ferramentas ou estrutura de dados ineficaz que não permite o uso do BI? Talvez a combinação dos três fatores. O que fazer? Primeiro, a TI deve fazer a lição de casa e definir e implantar um modelo de Enterprise Architecture (EA), incluindo uma eficiente modelagem de dados e taxonomia. Depois, criar pequenos projetos para demonstrar a eficiência das ferramentas analíticas e de gestão de desempenho de negócios. Todo isso com um forte suporte das áreas de negócios.

Foto de perfil de Eduardo Fagundes
Siga-nos

Eduardo Fagundes

Eduardo Fagundes é um empreendedor polivalente. Desenvolve projetos de P&D nas áreas de Big Data, Analytics, IoT e Inteligência Artificial para o setor de energia na Universidade Mackenzie (SP). Professor de Engenharia de Software no pós-graduação em Governança de TI da Universidade Mackenzie (SP), e de Estratégias de Negócios Sustentáveis no MBA da FIAP (SP). Desenvolveu e é tutor do curso online sobre Cidades Sustentáveis baseado na ISO 37.120, e coordena o fórum virtual sobre Cidades Inteligentes. Desenvolve projetos de eficiência energética e energia sustentável. Produz cursos online, aplica workshops de ideação, mentoring sobre tecnologias sustentáveis e projetos de inovação sustentável baseados no GRI (Global Reporting Initiative). Desenvolveu projetos na Alemanha, Argentina, Estados Unidos, Índia, Inglaterra e Itália. Fundou três startups.
Foto de perfil de Eduardo Fagundes
Siga-nos
Facebooktwittergoogle_pluslinkedin

Deixe uma resposta