Segurança cibernética para o setor de energia

Desenvolvemos um programa para segurança cibernética que integra treinamento, workshop e projetos para a implementação de melhores práticas de gestão, com uso de ferramentas existentes no mercado ou desenvolvidas a partir de projetos de P&D (Pesquisa & Desenvolvimento).

Categoria

Descrição

A crescente digitalização no setor de energia, incluindo as inovações tecnológicas, tornou a segurança cibernética um fator de segurança nacional. As tecnologias de energia, informação e telecomunicações são mutuamente essenciais e interdependentes, tornando vital a monitoração e a proteção das infraestruturas críticas: usinas, subestações, redes de transmissão, data centers, redes de telecomunicações, entre outros.

A alta complexidade da integração das tecnologias aumenta a vulnerabilidade e severidade dos ataques cibernéticos, exigindo novas abordagens de análise de risco e novas práticas de gestão no setor de energia. Neste contexto, o tripé educação, colaboração e ferramentas são vitais para a proteção e criação de mecanismos de respostas imediatas aos ataques cibernéticos para evitar a paralisação dos serviços e perdas financeiras.

Desenvolvemos um programa para segurança cibernética que integra treinamento, workshop e projetos para a implementação de melhores práticas de gestão, com uso de ferramentas existentes no mercado ou desenvolvidas a partir de projetos de P&D (Pesquisa & Desenvolvimento).

O programa de treinamento é realizado pela International Council of E-Commerce Consultants (EC-Council), uma organização com presença global em mais de 145 países, com escritórios na Índia, Malásia, Indonésia e Estados Unidos, líder mundial em treinamentos e certificações de profissionais na área de Segurança da Informação. O treinamento tem duração de 2 dias (16 horas) e aborda de forma sintetizada os sistemas supervisórios de monitoração e controle e suas vulnerabilidades: SCADA and industrial control system cyber threat risk assessments (penetration testing, vulnerability analysis, threat modelling).

Após o treinamento, é realizado um workshop para explorar as vulnerabilidades e soluções para os pontos críticos dos sistemas da empresa, através de uma metodologia que estimula a criatividade e incentiva a participação e engajamento dos participantes. O workshop tem duração de um ou dois dias, dependendo da complexidade do ambiente operacional analisado. O resultado do workshop é a identificação e priorização de projetos de melhoria.

A fase final do programa é implementação dos projetos selecionados. Os projetos classificados como inovadores e inéditos podem requer verbas do fundo de P&D ou se beneficiarem dos incentivos fiscais da Lei do Bem. Para os outros projetos, com soluções já consolidadas no mercado, o material produzido no workshop serve como justificativa para investimentos internos.

O resultado do programa é a melhoria na robustez do sistema elétrico contra ataques cibernéticos, com profissionais treinados e o uso das melhores práticas de segurança da informação.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Segurança cibernética para o setor de energia”