Projetos de Inovação Disruptiva

Competição entre empresas juniores para encontrar um modelo de negócio ou produto que destrua os negócios de empresas de sucesso.

Que problema resolve:

Alerta executivos de empresas já estabelecidas sobre novos modelos de negócios e produtos disruptivos que podem ameaçar suas empresas no futuro e cria oportunidades para desenvolver novos empreendimentos disruptivos.

O que o torna especial:

O projeto estabelece uma competição entre alunos de MBAs e empresas juniores de diferentes Universidades e regiões para captar ideias “fora da caixa” e alinhadas as expectativas dos jovens sobre novos modelos de negócios e produtos disruptivos.

O projeto considera o uso de tecnologias emergentes como: Big Data, Internet of Things (IoT), Blockchain, Realidade Aumentada, Robótica e Inteligência Artificial (Machine Learning e Deep Learning).

Modelo de negócio:

Consultores seniores elaboram uma descrição do modelo de negócio e produtos das empresas e criam desafios para equipes de alunos de cursos de MBAs e empresas juniores elaborarem propostas para “destruir” o modelo de negócio e produtos das empresas. A empresa remunera os consultores e as equipes pelos serviços, premiando a melhor proposta.

Como funciona:

  1. Convênio com uma empresa já estabelecida para criar o desafio de encontrar um modelo de negócio que possa “destruir” seu atual modelo de negócio ou produtos;
  2. Levantamento detalhado do modelo de negócio da empresa ou produto para criar o desafio;
  3. Recrutamento das equipes para resolver o desafio;
  4. Apresentação do desafio para as equipes via plataforma online de ensino;
  5. Coaching sobre tecnologias emergentes para os participantes;
  6. Entrega dos trabalhos para avaliação dos resultados;
  7. Apresentação das propostas para a empresa.

Benefícios:

  • Uso de inovação aberta para encontrar modelos de negócios e produtos que podem “destruir” a empresa no futuro;
  • Participação de equipes de jovens sem os paradigmas de especialistas;
  • Baixo investimento;
  • Identificação de novos talentos para a contratação pela empresa;
  • Oportunidade para alunos trabalharem na solução de casos reais em um ambiente competitivo;
  • Criação de startups usando os melhores modelos de negócios e produtos disruptivos para alavancar o crescimento da empresa e mitigar ameaças do mercado.

Coordenador do projeto:

Os projetos são coordenados por Eduardo Fagundes. Professor de cursos de pós-graduação em ciência da computação e pesquisador em projetos de P&D aplicando ferramentas de Big Data, IoT e Inteligência Artificial (IA) na Universidade Mackenzie (SP). Professor de estratégias de negócios sustentáveis e disruptivas (Future-proof Organizations) no MBA da FIAP. Desenvolveu projetos na Alemanha, Argentina, Estados Unidos, Índia, Inglaterra e Itália. Executivo sênior em empresas multinacionais. External Advisor nas áreas de tecnologia e energia renovável em projetos de P&D e em consultorias nacionais e internacionais. Empreendedor. Mestre e Engenheiro eletricista. Especialista em Telecomunicações. Extensão universitária pela Darden School of Business da Universidade da Virginia (EUA).