A transformação digital não é para todos

A nova geração de empresas cria e atende as novas necessidades dos consumidores. São empresas criadas por empreendedores que vivem a nova economia, usam tecnologias recentes e estão engajados com questões socioambientais. Por definição quebram paradigmas ainda enraizados nas empresas tradicionais. Estes empreendedores enxergam o mundo através de dados. Tecnologias como Big Data, IoT e Inteligência Artificial (Machine Learning e Redes Neurais Artificiais) são ferramentas comuns e usadas desde a concepção da startup. Isto eleva a importância dos dados, inserindo novas ferramentas para as tomadas de decisão e automação de processos. Isto cria um enorme desafio para a transformação das empresas já constituídas. Ou seja, a transformação digital não é para todos!Continue a ler »A transformação digital não é para todos

Uso de Redes Neurais Artificiais para aumentar a confiabilidade dos sistemas elétricos

Rede de Transmissão de Energia

O sistema elétrico está cada vez mais complexo, integrando diferentes fontes de geração de grande capacidade (fotovoltaica, eólica, biomassa, etc.) e de geração distribuída de até 5MW dos prosumers (consumidores que geram sua própria energia). As redes neurais artificiais são ferramentas importantes para auxiliar na gestão do sistema elétrico, identificando fatores (elétricos, mecânicos, hidráulicos e comportamentais dos consumidores) para melhorar o planejamento e controle.Continue a ler »Uso de Redes Neurais Artificiais para aumentar a confiabilidade dos sistemas elétricos

É imperativo mudar as plataformas de software das empresas de energia elétrica

A modernização do setor elétrico, com a introdução de redes inteligentes (Smart Grid), requer a substituição das atuais plataformas de software. A atuais plataformas são baseadas em bancos de dados relacionais e proprietários com ferramentas analíticas de Business Intelligence (BI). O uso intensivo de dispositivos remotos com IoT (Internet of Things) para monitoração e automação de processos (Self-healing) gera uma enorme quantidade de dados em diferentes formatos multimídia (valores, texto, figuras e vídeos). Os bancos de dados relacionais não são eficientes para armazenar e tratar gigantescos volumes de dados multimídia, seja pelo custo elevado ou por sua concepção de tabelas e relacionamentos. Empresas jovens de comercialização de energia já começam a utilizar softwares de Big Data open source e novas ferramentas analíticas para auxiliar seus clientes na gestão de demanda. No Brasil o mercado de energia está em transformação, onde novos players no mercado livre de energia e comercializadores poderão adotar soluções com novas plataformas de software, mais baratas e mais eficientes.Continue a ler »É imperativo mudar as plataformas de software das empresas de energia elétrica