Internet of Things oportunidades de mercado

Até 2017, 50% das soluções de Internet of Thing (IoT) serão desenvolvidas por startup com menos de três anos, segundo previsão do Gartner Group. Um dos desafios das empresas é embutir tecnologias em seus produtos para se comunicar com aplicativos móveis ou sistemas de monitoração e controle para ações externas. Além das geladeiras, máquinas de lavar e sistemas de ar-condicionado outros produtos deverão ter sensores que se comunicam com aplicativos, como sandálias e coletores de lixo. A coleta dessas informações associadas a sistemas analíticos baseados em Big Data provocarão a nova onda de inovação no mercado.

Imagine um filho que gostaria de acompanhar o dia a dia dos pais idosos para evitar preocupações. Ele poderia colocar pulseiras e sandálias com sensores para monitorar os movimentos e medir pressão arterial e temperatura nos pais e acompanhar seus movimentos por um aplicativo móvel. Esses sensores conectados a serviços médicos podem acompanhar de forma contínua os pacientes, oferecendo maior qualidade de vida e pronto atendimento em caso de emergência.

A americana Big Belly Solar desenvolveu um coletor e compactador de lixo de rua movido a energia solar que sinaliza para a central de monitoramento quando o recipiente está cheio e o lixo precisa ser retirado. Esse sistema gerou uma economia de viagens dos caminhões coletores de lixo, reduzindo a emissão de gases do efeito estufa e gastos com combustível e outros recursos. O compactador permite entre 6-8 vezes mais lixo e as coletas reduziram em 80 por cento.

A SenseAware, também americana, desenvolveu um dispositivo para ser colocado nas encomendas da FedEx para monitorar o trajeto, a temperatura, a exposição a luz, a umidade e a pressão barométrica. Essas informações são acompanhadas pelos clientes e seus parceiros para uma intervenção, caso necessário.

Ainda é necessário vencer alguns desafios como regulamentação, redução de custos dos dispositivos, segurança, integração padronizada entre os sensores e aplicativos e transformar a cultura das pessoas para utilizar esses serviços.

Entretanto, as possibilidades de negócios são muito maiores que os desafios e, acredito, que brevemente serão resolvidos. Para acelerar esse processo é preciso que cresça as soluções envolvendo a Internet of Things.

Deixe uma resposta