MPLS (MultiProtocol Label Switching)

Enquanto a IETF estava desenvolvendo serviços integrados e serviços diferenciados, vários fabricantes de roteadores estavam desenvolvendo métodos de encaminhamento melhores. Esse trabalho se concentrou na inclusão de um rótulo (label) no início de cada pacote e na execução do roteamento baseado no rótulo, e não no endereço de destino. Fazer do rótulo um índice para uma tabela interna torna a localização da linha de saída correta apenas uma questão de pesquisa na tabela. Utilizando-se essa técnica, o roteamento pode ser feito com muita rapidez, e quaisquer recursos necessários podem ser reservados ao longo do caminho.

O Multiprotocol Label Switching (MPLS) foi padronizado para resolver uma série de problemas das redes IP, entre eles:

  • Possibilitar a utilização de switches, principalmente em backbones de redes IP, sem ter de lidar com a complexidade do mapeamento do IP no ATM. Switches são em geral mais baratas e apresentam melhor performance que roteadores.
  • Escalabilidade
  • Adicionar novas funcionalidades ao roteamento

O MPLS fornece meios para mapear endereços IP em rótulos simples e de comprimento fixo utilizados por diferentes tecnologias de encaminhamento e chaveamento de pacotes. Este mapeamento é feito apenas uma vez no nó na borda da rede MPLS. A partir daí o encaminhamento dos pacotes é feito utilizando-se a informação contida em um rótulo(label) inserido no cabeçalho do pacote. Este rótulo não traz um endereço e é trocado em cada switch.

O chaveamento de dados a altas velocidades é possível por que os rótulos de comprimento fixo são inseridos no início do pacote e podem ser usados pelo hardware resultando em um chaveamento rápido.

A pesar de ter sido desenvolvido visando redes com camada de rede IP e de enlace ATM, o mecanismo de encaminhamento dos pacotes no MPLS pode ser utilizado para quaisquer outras combinações de protocolos de rede e de enlace, o que explica o nome de Multiprotocol Label switching dado pelo grupo de trabalho do IETF

Deixe uma resposta