Uma organização para gestão da infraestrutura predial de data centers

A alta disponibilidade dos serviços dos data centers exige uma organização dedicada ao controle da infraestrutura predial, forte automação de processos e integração com a monitoração do ambiente tecnológico (servidores, armazenamento e rede de comunicação). A gestão inicia com os processos de comissionamento dos equipamentos e sistemas especialistas, segue com os aspectos gerenciais da operação, a gestão da comunicação e os aspectos de segurança, de saúde e ambientais.

A definição e simulação de processos devem assegurar a sequência correta das instruções de trabalho e a redução das intervenções humanas, que representação cerca de 80% das falhas nos data centers.

Outro processo crítico é a seleção e treinamento do pessoal técnico, que além da qualificação devem ter extrema atenção para detalhes e usar técnicas para detecção e solução de problemas, dentro de um programa de melhoria contínua.

Na gestão da infraestrutura deve existir processos para o controle e projeção de custos e investimentos para a ampliação e renovação tecnológica do parque instalação.

Os processos devem atender as normas da legislação e as metas voluntárias definidas pela organização, como a redução da emissão de gases de efeito estufa.

Deixe uma resposta