O que é necessário para ter uma boa posição no mercado de trabalho?

Como professor, frequentemente, sou consultado por jovens e pais sobre qual a melhor carreira profissional a seguir. Na verdade, a pergunta principal é qual a profissão que melhor remunera e melhora a qualidade de vida. Tento explicar que a profissão não garante a remuneração e (com grifo) qualidade de vida.

Acredito que qualquer pessoa possa exercer qualquer atividade profissional sendo bem treinada e praticando atividades relacionadas. Umas com mais esforço que outras, mas depois de um período você terá as habilidades necessárias para executar bem sua profissão.

Se você tem um know-how (saber fazer) que as empresas do mercado necessitam você conseguirá uma posição no mercado. Note que apenas o conhecimento não é suficiente. Não basta você fazer mais de uma faculdade e cursos de pós-graduação se você não aplicar o conhecimento em atividades práticas. Ou seja, ter só conhecimento não garante uma boa posição no mercado.

Entretanto, só o know-how não garante uma boa remuneração. Se você não demonstrar paixão naquilo que faz e interesse em melhorar continuamente em pouco tempo você será superado por alguém e perderá sua posição no mercado, além de ter um trabalho chato.

A paixão naquilo que se faz gera uma vontade, quase incontrolável, de melhorar a cada dia. Algo como um artista que sempre acha que sua obra poderia ter sido melhor.

Se você faz o que gosta está no caminho certo para ter qualidade de vida, porém só o trabalho prazeroso não é suficiente. Você precisa ter outras atividades em equilíbrio com a família, amigos, espiritualidade e na vida financeira.

Para se ter sucesso na vida financeira você precisa ter um bom relacionamento com o mercado de trabalho. As pessoas têm que ver em você, além da paixão e know-how, o interesse em fazer as empresas obterem lucro e crescimento.

Resumindo: ter apenas conhecimento é ser um especialista sem uma boa posição no mercado; ter paixão naquilo que faz é ter um hobby; ter know-how para executar apenas o que se pede você será um operário.

Então, para se ter uma boa remuneração e qualidade de vida você precisa ter paixão naquilo que faz, desenvolver continuamente suas habilidades, ter uma vida equilibrada e demonstrar forte interesse em fazer as organizações crescerem.

Deixe uma resposta