Ecoeficiência

Hoje é fator de sucesso para as empresas serem Ecoficentes.

Ser ecoeficiente é entregar produtos e serviços, a preços competitivos, que satisfaçam as necessidades humanas e tragam qualidade de vida, reduzindo progressivamente o impacto ambiental e o consumo de recursos a um nível, no mínimo, equivalente à capacidade de sustentação estimada pela Terra.

Ser ecoeficiente é saber equilibrar o desempenho econômico e ambiental. É saber utilizar racionalmente a matéria-prima e a energia. É saber reduzir os riscos de acidentes. É satisfazer os acionistas, clientes, fornecedores, governo, imprensa, etc.

Ecoeficiência é um conjunto de ações multidisciplinares que envolve todos na empresa, incluindo fornecedores.

Para se tornar ecoefiente é necessário mudar a cultura das pessoas e da gestão empresarial. Começa-se com pequenas atitudes. Quantos papeis você utiliza para enxugar aos mãos no banheiro? Porque usar mais de duas folhas? Começando a pensar sobre isso já é uma boa atitude.

Porque continuar a utilizar monitores de tubo catódico se os monitores de LCD economizam muito mais energia e não são nocivos a saúde? A substituição de monitores é um investimento que se paga em poucos meses.

Combater o desperdício é vital em uma empresa ecoeficiente. Porque não adotar no mínimo um programa de 5S? Um programa de Six-sigma?

A maior parte das justificativas é a falta de tempo e que existem outras prioridades. Coloco em dúvida essas afirmações. Redução de custos, preços competitivos, lucro para os acionistas, sustentabilidade da empresa, fortalecimento da marca, expansão de mercado sempre são prioridades nas empresas e se consegue isso sendo ecoeficiente.

Deixe uma resposta