Como elaborar objetivos eficazes?

Início de ano, revisão e novos objetivos. Pessoas e empresas estabelecem objetivos a serem atingidos em um determinado período. Objetivos ambiciosos motivam as pessoas, criam senso de equipe e propiciam crescimento pessoal e profissional. Fácil? Nem tanto. Apenas 25% das pessoas conseguem cumprir os objetivos propostos. O desafio começa na elaboração dos objetivos e passa pela sua capacidade de execução. Materializar um sonho é o maior desafio das pessoas e, por consequência, das organizações. O desejo de realizar não assegura a execução.

Para começar temos que fazer uma auto-análise para saber se temos capacidade para definir objetivos. Para começar, imagine uma linha do tempo de fatos históricos e veja se você consegue “enxergar” essa linha. Algumas pessoas veem essa linha da esquerda para a direita, outras da direita para a esquerdas, algumas de trás para frente ou da frente para trás. Algumas pessoas veem essa linha de forma difusa. Essa característica é importante por que você precisam “ver” seu objetivo materializado na linha do tempo em um momento futuro. Quanto mais você “ver” seu objetivo realizado maiores serão as chances de você executá-lo.

O segundo passo é fazer uma análise de seus pontos fortes e fracos e das oportunidades e obstáculos para executar as oportunidades. Seja franco e honesto com você mesmo. Peça ajuda para amigos e colegas de trabalho para obter diferentes visões sobre você. Essa análise irá mostrar vários desafios pessoais e profissionais que poderão se tornar objetivos.

O terceiro passo é definir e escrever seus objetivos. Uma das formas mais utilizadas para isso é a técnica S.M.A.R.T. (Specific, Measurable, Attainable, Realistic, Timely), em português, Específico, Mensurável, Atingível, Realista e em Tempo.

Os objetivos deve ser especifícos, nada de colocar que gostaria de ter uma vida saudável sem definir o que é em seus mínimos detalhes. Quanto mais você detalhar seus objetivos maiores serão as chances de realizá-los. Começou a complicar? Pois é, muitas pessoas tem dificuldade de escrever detalhadamente o que pretendem fazer a partir de uma “folha em branco”. Isso exige esforço e tempo.

Dentro da linha da especificação dos objetivos você deve estabelecer métricas para acompanhar o progresso da execução de seus objetivos e estabelecer quando ele foi concluído. Isso é importante para correções de rumo e definição de estratégias para alcançá-los. Então, você deve definir que irá, por exemplo, aumentar seu patrimônio pessoal em 30% no ano e não simplesmente definir que irá aumentá-lo.

Os objetivos devem ser atingíveis em um determinado período de tempo. Vamos imaginar que seu objetivo é ser um empresário na área de biotecnologia. Se você não é do ramo e é empregado em uma empresa será necessário estabelecer objetivos intermediários para atingir seu objetivo maior. Por exemplo, ingressar em um curso de pós-graduação em biotecnologia.

O próximo ponto é que os objetivos devem ser realistas. Não dá para definir um objetivo de ter três meses de férias para viajar se você está bem empregado e tem contas para pagar. Os objetivos devem estar em sintonia com sua realidade. Isso não significa que você deixe de sonhar com suas férias de três meses. Você precisa começar a construir um ambiente financeiro e de estilo de trabalho que permita que esse objetivo possa ser realizado em algum momento no futuro.

O último ponto é definir em quanto tempo você irá realizar seus objetivos. Alguns são de curto e outros de longo prazo. Quem decide ser engenheiro precisa de no mínimo cinco anos de estudos para se formar depois que passar no vestibular. Para passar no vestibular precisa concluir o ensino médio e assim por diante. O melhor é estabelecer objetivo de curto prazo em linha com seus objetivos maiores. Isso estimula e dá forças para continuar a cumprir seus objetivos.

Sempre que você concluir um objetivo comemore. Compartilhe e agradeça aos amigos e colegas que o ajudaram a realizar seu objetivo. Isso garantirá um novo ciclo de colaboração para cumprir novos objetivos.

Uma regra de ouro para cumprir um objetivo é que ele tem fazer sentido para você. Óbivo? Nem tanto. Muitas vezes você precisar cumprir objetivos que não são seus. Os objetivos da sua empresa, por exemplo. A melhor coisa a fazer é encontrar uma forma de você ter algum benefício pessoal com atingimento desses objetivos, por exemplo, continuar no emprego ou conseguir uma nova oportunidade de trabalho dentro ou fora da empresa.

Caso tenha dificuldades para definir seus objetivos peça ajuda. Melhor compartilhar suas dificuldades do que viver sem objetivos e enfrentar o estresse que isso provoca. Isso é tão comum nas pessoas que existe até profissionais especializados nisso, os chamados “coaches”.

Boa sorte no seu planejamento de objetivos.

Deixe uma resposta